Serviços

Portaria 27/2017 do DENATRAN:
INSPEÇÃO VEICULAR: É o processo de avaliação da estrutura, sistemas, componentes e identificação de um veículo em ESTAÇÃO DE INSPEÇÃO, realizado de forma visual e mecanizada, por INSPETORES QUALIFICADOS e habilitados e com EQUIPAMENTOS APROPRIADOS E CALIBRADOS, com a finalidade de constatar o atendimento aos requisitos de identificação e de segurança estabelecidos na legislação de trânsito e ambiental, para que seja permitida, ou não, sua circulação em vias públicas.

Veículos transformados e Fabricados artesanalmente

Veículos Recuperados de Sinistro

Motocicletas e Assemelhados transformadas, Recuperado de Sinistro e Fabricação Artesanal

Reboques e Semirreboques transformados/Fabricação. Artesanal e Recuperado Sinistro

ANTT

Técnica/Qualidade para DER, AGR, Escolares e Seguradoras

Veículos transportadores de Produtos Perigosos

Equipamentos veiculares – transporte de PP

Documentações exigidas:

  • Documento do veículo ou Nota fiscal;
  • Nota fiscal de serviço de instalação;
  • Atestado de qualidade da instalação;
  • Nota fiscal do kit GNV com discriminação dos itens;
  • Autorização do órgão responsável para INCLUSÃO DE KIT GNV;
  • Veículo abastecido no mínimo 180 bar de pressão de GNV
  • Veículo abastecido no mínimo 90% de combustível líquido;
  • Veículo abastecido no mínimo 90% de combustível líquido;
  • Certificado de Requalificação.
  • Documento do veículo;
  • Certificado de cada cilindro ou copia do CSV antigo ou selo anterior;
  • Veículo abastecido com no mínimo 180bar de pressão de GNV;
  • Veículo abastecido no mínimo 90% de combustível líquido;
  • RG e CPF do condutor do veículo;
  • Certificado de Requalificação.
  • Documento do veículo;
  • Habilitação do condutor do veículo;
  • Autorização do órgão responsável para Sinistro Média Monta.
  • Documento do veículo;
  • Habilitação do condutor do veículo;
  • Autorização do órgão responsável para a alteração desejada;
  • Documentos fiscais de aquisição dos principais componentes/conjuntos utilizados na modificação do veículo
  • ART,CAT,CCT ou Certificado de Garantia ( Quando Aplicável).
  • Documento do veículo;
  • Habilitação do condutor do veículo;
  • Certificado de cronotacógrafo ( Quando Aplicável);
  • Certificado de descontaminação ( Quando Aplicável);
  • CIV anterior.
  • Documento do veículo;
  • Habilitação do condutor do veículo;
  • Certificado de descontaminação ( Quando Aplicável);
  • CIPP anterior.
  • Documento do veículo;
  • Habilitação do condutor do veículo.

Etapas

O veículo deve estar pronto para a inspeção (devidamente encarroçado, ou com os serviços de reparo/substituição de equipamentos de segurança executados), limpo, com o peso em ordem de marcha e com as placas dianteira e traseira legíveis.

1) Entrevista para saber o serviço a ser realizado. Recolher os documentos necessários e corretos.

2) Inspeção propriamente dita, onde serão verificados os seguintes itens;

  • a) Equipamentos obrigatórios e proibidos;
  • b) Sinalização e iluminação;
  • c) Freios, direção, eixos e suspensão;
  • d) Pneus e rodas;
  • e) Dimensões;
  • f) Sistemas e componentes complementares;
  • g) Verificação da emissão de gases poluentes ou da opacidade da fumaça no caso específico de substituição do motor e/ou modificação no sistema de exaustão e/ou mudança de combustível.

3) Existem ainda ensaios específicos de acordo com determinados casos, tais como:

  • a) Verificação da transparência luminosa do conjunto película/vidro;
  • b) Verificação da emissão de ruídos quando da modificação do sistema de exaustão;
  • c) Ensaio de torção do monobloco quando da modificação/substituição do mesmo

Ao término da inspeção o cliente receberá o CSV (Certificado de Segurança Veicular) no caso do veículo ser aprovado, ou receberá o RNC (Relatório de Não-Conformidade) no caso do veículo ser reprovado. Neste caso, o cliente terá o prazo de 30 (trinta) dias para sanar as “não-conformidades” e retornar com o veículo para a verificação da correção das falhas ou defeitos identificados (descritos na RNC) , sem a necessidade de um novo pagamento.Verificada a devida correção, o cliente receberá então o CSV.